14 fevereiro, 2019

Programa “Mentorias UMinho”


Estão abertas as inscrições para o programa “Mentorias UMinho”. Neste programa, as duplas mentoras/mentorando são de diferentes áreas de formação, tendo como objetivo o desenvolvimento de competências transversais do mentorando e, consequentemente, torná-lo mais apto para enfrentar diversas situações profissionais, potenciando o seu crescimento pessoal e profissional. A relação mentor/mentorando inclui habitualmente experiências e conversas sobre os mais variados assuntos, em áreas selecionadas entre os envolvidos, passando pela discussão de preocupações e dúvidas do mentorando em relação ao contexto profissional.

O prazo de inscrições termina no dia 26 de fevereiro e os interessados poderão obter mais informações em www.uminho.pt.

3ª edição do Free Electrons


Encontra-se em curso a 3ª edição do Free Electrons, um programa global que “apresenta as mais promissoras startups às utilities líderes do setor da energia” e do qual a EDP é fundadora. Este programa pretende encontrar soluções nas áreas da mobilidade, energias limpas, redes inteligentes e digitalização.

Tal como no ano passado, a edição 2019 vai dividir-se em três módulos: o primeiro, em Columbus, nos Estados Unidos, em maio; o segundo em Hong Kong, na China, em junho; e o terceiro e último módulo na capital portuguesa.

As candidaturas estão abertas até ao dia 22 de fevereiro e podem inscrever-se startups de todo o mundo. A final desta competição mundial vai realizar-se, pela primeira vez, em Lisboa, em setembro e irá atribuir 200 mil dólares ao vencedor.

Mais informações disponíveis em www.freetheelectron.com

Programa CEi - Capacitação e Estímulo para a Inovação na ITV: inscrições abertas


O programa “CEi - Capacitação e Estímulo para a Inovação na ITV” está a ser desenvolvido pelo CITEVE e visa promover a inovação nas empresas do setor Têxtil e do Vestuário. Pretende-se com a implementação deste programa aumentar as capacidades de inovação no tecido empresarial do Setor Têxtil e do Vestuário através da capacitação de colaboradores para "Gestores de Inovação", apoiando na implementação de processos de inovação nas empresas.

A 2ª ação do Programa Avançado de Gestão da Inovação arranca a 1 de abril de 2019 e irá promover a qualificação de Gestores de Inovação (colaboradores novos ou já existentes na empresa) para a operacionalização de estratégias de inovação, desenvolvendo capacidades individuais e organizacionais, capacitando-os para impulsionarem a transferência de conhecimento e de inovação em contexto empresarial. O Programa Avançado irá decorrer na Tecminho em Guimarães e, os temas a abordar são:

- Inovação e Negócio;

- Criação de Desenvolvimento de Produtos;

- Inovação em Processos/Operações;

- Inovação Organizacional; e,

- Comunicação & Estratégia de Inovação.

Estes “workshops” vão ter lugar no período que decorre de abril a junho, após os quais existirá uma imersão em ambiente empresarial, com apoio de tutoria especializada, de modo a estimular o desenvolvimento de projetos de inovação dentro das empresas que resultem em produtos/serviços inovadores e simultaneamente contribuir para a melhoria organizacional. A ação de imersão terá a duração de 5 meses (estando concluída em outubro de 2019).

Os interessados em participar neste programa de formação consultoria, terão de preencher a ficha de inscrição disponível em www.citeve.pt e enviá-la para o e-mail cei@citeve.pt, até ao próximo dia 15 de março.

08 fevereiro, 2019

Empresas obrigadas a regime de quotas na contratação de pessoas com deficiência


Tendo como objetivo promover a maior empregabilidade de pessoas portadoras de deficiência foi publicada uma nova lei que estabelece quotas de contratação para empresas do setor privado e organismos do setor público.

A nova legislação tem obrigações diferentes dependo da dimensão da entidade empregadora: as médias empresas com 75 trabalhadores ou mais devem contratar trabalhadores com deficiência em número não inferior a 1% do pessoal ao serviço; e as empresas com mais de 100 trabalhadores devem contratar trabalhadores com deficiência em número não inferior a 2% do pessoal ao seu serviço.

Existem períodos de transição para o cumprimento desta nova legislação as empresas com mais de 100 trabalhadores têm um período de transição de quatro anos a contar da entrada em vigor da presente lei enquanto as restantes (entre 75 e 100 trabalhadores têm um período de transição de cinco anos.

O incumprimento deste sistema de quotas poderá dar lugar ao pagamento de uma multa. No entanto, a legislação prevê algumas exceções, como por exemplo, o número insuficiente de candidatos.

Sessões esclarecimento Norte 2020: apoio à contratação de recursos humanos


O programa operacional NORTE 2020 está a promover três sessões de esclarecimento sobre o programa de apoio à contratação de recursos humanos altamente qualificados por parte de micro, pequenas e médias empresas. O apoio consiste no financiamento de 50% dos custos salariais pelo período máximo de 36 meses. O financiamento a conceder prevê, ainda, limites para o salário base mensal dos recursos humanos a contratar, com um limite mínimo de 1.500 euros e limites máximos que dependem das habilitações das pessoas a contratar.

As sessões de esclarecimento irão ter lugar: no dia 14 de fevereiro no CTCP - Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, em São João da Madeira às 10:00 horas; no dia 15 de fevereiro no IPB - Instituto Politécnico de Bragança, em Bragança às 14:30; e, no dia 18 de fevereiro no CITEVE - Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal, em Famalicão às 14:30.

A participação na sessão é gratuita mas sujeita a inscrição. Mais informações em www.norte2020.pt.

Núcleos de I&DT (projetos individuais): candidaturas abertas até 29 de março



Estão abertas as candidaturas ao programa “Núcleos de I&DT (projetos individuais)” que tem como objetivo apoiar projetos que contribuam para o aumento do investimento empresarial em matéria I&D - Investigação e Desenvolvimento, nomeadamente através da realização de atividades de inovação e investigação industrial e desenvolvimento experimental; o reforço da sua competitividade; e, a difusão, transferência e a utilização de tecnologias, conhecimentos e resultados de I&D no tecido empresarial.

São suscetíveis de apoio os projetos realizados por PME - Pequenas e Médias Empresas, que visem criar na empresa, de forma sustentada, competências internas de I&D e de gestão da inovação, através de unidades estruturadas com características de permanência e dedicadas exclusivamente a atividades de I&D.

Relativamente à elegibilidade das despesas, são consideradas elegíveis despesas com: pessoal técnico dedicado a atividades de I&D (incluindo bolseiros); formação de recursos humanos; adaptação de edifícios e instalações; serviços a terceiros, incluindo assistência técnica, científica e consultoria; instrumentos e equipamento científico e técnico e software específico; implementação e certificação do sistema IDI segundo a NP 4457:2007; despesas com a intervenção de auditor técnico-científico; e, despesas com TOC e ROC para validação de despesas do projeto. São ainda elegíveis despesas com custos indiretos, calculados a uma taxa fixa de 25% dos custos elegíveis diretos, excluindo a subcontratação.

O financiamento a conceder assume a forma de incentivo não reembolsável e a taxa máxima de incentivo a atribuir aos projetos é de 50%. O prazo para a apresentação de candidaturas termina no dia 29 de março de 2019.

Mais informações em www.portugal2020.pt.