25 junho, 2020

Estão abertas as candidaturas ao programa de aceleração Blue Bio Value


Atualmente observa-se uma mudança de paradigma na economia, onde os recursos biológicos marinhos começam a ser considerados essenciais para investimentos capazes de gerar retorno económico. Assim, surge a bioeconomia azul, enquadrando-se soluções sustentáveis essenciais para preservar o oceano para as gerações futuras.

O programa Blue Bio Value - promovido conjuntamente pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Oceano Azul - é um acelerador de negócios que pretende potenciar startups com projetos inovadores que representem uma oportunidade de negócios ao longo da cadeia de valor de bio-recursos marinhos, capazes de responderem a problemas sociais ou ambientais, ao mesmo tempo que contribuem para o crescimento económico sustentável.

Ao participarem no programa, as startups validam a tecnologia que têm vindo a desenvolver, adquirem ferramentas de gestão que lhes permitem criar negócios sustentáveis e economicamente viáveis, e acedem a uma rede única de mentores, parceiros especialistas de várias indústrias e potenciais clientes e investidores. No final do programa, as três startups com maior potencial económico recebem um total de 45 mil euros para apoio ao desenvolvimento dos seus projetos.

As candidaturas para o Blue Bio Value encontram-se a decorrer até ao dia 15 de julho. Para mais informações, aceda a www.bluebiovalue.pt.

19 junho, 2020

PT2020: candidaturas abertas ao novo Inovação Produtiva Covid-19!


Acabam de abrir as candidaturas à nova edição do “Inovação Produtiva Covid-19” do Portugal 2020, um programa de apoio que tem como principal objetivo apoiar as empresas que pretendam estabelecer, reforçar ou reverter as suas capacidades de produção de bens e serviços destinados a combater a pandemia do Covid-19, para suprir as necessidades da sociedade atual, redirecionando, ainda que temporariamente, a sua atividade para essa produção ou alavancando a sua capacidade produtiva existente em bens e serviços relevantes do Covid-19.

Esta edição vai hierarquizar os projetos de acordo com as seguintes prioridades:
- Prioridade 1: Medicamentos e tratamentos relevantes (incluindo vacinas), seus produtos intermédios, princípios farmacêuticos ativos e matérias-primas; Ventiladores; Testes, ferramentas de recolha e de processamento de dados;
- Prioridade 2: Equipamentos hospitalares; Diapositivos e equipamentos médicos, destinados à utilização por profissionais de saúde;
- Prioridade 3: Desinfetantes e seus produtos intermédios e matérias-primas químicas básicas necessárias para a sua produção; Dispositivos médicos e equipamentos de proteção individual, não destinados à utilização por profissionais de saúde.

No âmbito deste programa o investimento máximo é de 3 milhões de euros e as despesas consideradas elegíveis são: custos de aquisição de máquinas e equipamentos, bem como custos de adaptação destes e reorganização de linhas de produção; equipamentos informáticos, incluindo software; aquisição de patentes; construção de edifícios, obras de remodelação e outras construções; software standard ou desenvolvido especificamente; estudos, diagnósticos, auditorias, consultoria técnico-científica; despesas com contabilistas certificados ou ROC; e, testes e ensaios laboratoriais e matérias-primas necessárias.

O novo Inovação Produtiva Covid-19 assume a forma de incentivo não reembolsável (“fundo perdido”) e é calculado com base na aplicação de uma taxa de incentivo de 50% (que pode até ser de 65% se o projeto for concluído no prazo de 2 meses a contar da data da decisão de aprovação).

O prazo para a submissão de candidaturas termina no próximo dia 09 de julho de 2020. Todas as informações sobre este programa de apoio em: www.portugal2020.pt.

18 junho, 2020

Estatuto "PME Líder" 2020: estão abertas as candidaturas!


O estatuto PME Líder é um selo de reputação criado pelo IAPMEI para distinguir o mérito das PME nacionais com desempenhos superiores. Este estatuto é atribuído a empresas PME certificadas que, pelas suas qualidades de desempenho e perfil de risco, se destacam tanto no seu setor de atividade como na economia nacional, ao adotar estratégicas de crescimento sustentável e de reforço da sua base competitiva. 

O estatuto PME líder confere maior notoriedade às empresas. As PME líder têm acesso a melhores condições de financiamento, podendo usufruir de taxas mais vantajosas, tanto no âmbito dos contratos de garantia mútua, como de empréstimos bancários. As empresas interessadas podem manifestar interesse junto de um dos bancos parceiros desta iniciativa, que efetuará a análise do perfil de risco, formalizando posteriormente a proposta ao IAPMEI ou ao Turismo de Portugal, no caso das empresas do setor turismo. O grupo das PME Líder que apresentem os melhores desempenhos será distinguido com o estatuto de PME Excelência, criando condições acrescidas de visibilidade para estas empresas de perfil superior. 

A data limite para apresentação de candidaturas é 15 de outubro de 2020 e o estatuto PME líder tem validade de 1 ano. Para mais informações basta aceder a www.iapmei.pt.

PDR2020: Prémio à Primeira Instalação de Jovens Agricultores


Encontra-se a decorrer a apresentação de candidaturas ao Prémio à Instalação de Jovens Agricultores, inserido no PDR2020 - Programa de Desenvolvimento Rural. Através deste incentivo financeiro pretende-se fomentar a renovação e o rejuvenescimento das empresas agrícolas e aumentar a atratividade do sector agrícola aos jovens, promovendo o investimento e a participação no mercado. 

Este apoio é dirigido aos jovens agricultores, com idade compreendida entre os 18 e os 40 anos, que se instale pela primeira vez numa exploração agrícola. O apoio concedido no âmbito deste programa reveste a tipologia de prémio à instalação com valor base de 20.000 euros por jovem agricultor, a “fundo perdido”, acrescido de 5.000 euros no caso de o investimento do plano empresarial ser igual ou superior a 80.000 euros, por jovem agricultor, e de 5.000 euros no caso de o jovem agricultor se instalar em regime de exclusividade. 

As candidaturas decorrem até ao dia 8 de Setembro de 2020 e todas as informações relevantes estão disponíveis em www.pdr-2020.pt.

Candidaturas às Cidades Mais Verdes da Europa


Estão abertas as candidaturas ao Prémio Capital Verde Europeia 2023 e ao Prémio Folha Verde Europeia 2022 que reconhecem as cidades genuinamente comprometidas com a sustentabilidade. 

O prémio, lançado pela Comissão Europeia, é atribuído às cidades europeias que tenham demonstrado esforços na adoção de políticas e estratégias que melhorem os padrões ambientais e que promovam um desenvolvimento sustentável para o futuro. 

Os objetivos dos prémios são galardoar cidades que tenham um registo consistente em alcançar altos padrões ambientais, encorajar cidades a alcançar objetivos ambiciosos no que diz respeito a melhorias ambientais e desenvolvimento sustentável, proporcionar um modelo para inspirar outras cidades e promover boas práticas e experiências em todas as cidades europeias. 

Todas as informações estão disponíveis em www.egcaeglaportal.eu.

16 junho, 2020

Edit Value marca presença na feira "Find Your Career 2020"


O grupo Edit Value vai participar nos próximos dias 17 e 18 de junho na feira virtual FINDE.U - Find Your Career organizada pela Universidade do Porto. Trata-se de uma experiência de networking que conecta de forma virtual empresas que procuram atrair candidatos e talentos para posições atuais e futuras nas organizações.

Através da presença num stand virtual e da sua apresentação online, o grupo Edit Value vai poder contactar com mais de 1.000 estudantes e diplomados. Mais informações disponíveis em findeu.org.

12 junho, 2020

TecMinho promove webinars gratuitos


A TecMinho - Associação Universidade-Empresa para o Desenvolvimento encontra-se a promover um ciclo de webinars abertos sobre temas pertinentes face à conjetura atual, dinamizados por especialistas nas diferentes temáticas. O ciclo de webinars arrancou em maio e decorre até ao início do mês de julho.

No dia 16 de junho terá lugar um webinar na vertente da “Transformação Organizacional e Liderança”. No dia 18 de junho, ocorre um novo webinar, desta feita sobre a metodologia “OKR - Objectives and Key Results”. No dia a seguir, 19 de junho, acontece um webinar sobre “Auditorias Online” e, no dia 22 de junho, um webinar relacionado com a temática da “Comunicação”. Por fim, a última palestra online ocorrerá no dia 2 de julho, abordando conceitos sobre “Gestão de Projetos” e sobre a norma certificadora de Gestão de Projetos.

Todos os webinars terão início às 17 horas, tendo uma duração prevista de 1 hora, com exceção do último webinar, uma vez que este está agendado para as 18 horas e terá uma duração prevista de 1 hora e meia.

Embora a participação nos webinares seja gratuita, está sujeita a inscrição prévia. Para mais informações, consulte o website oficial da TecMinho em www.tecminho.uminho.pt.

09 junho, 2020

Portugal avança com Programa de Estabilização Económica e Social


A pandemia causada pelo Covid-19 causou impactos negativos e significativos, tando a nível de saúde pública, como a nível de estabilidade económica do país. Após uma fase de emergência onde foram implementadas medidas extraordinárias com o objetivo de se conter o surto e as consequências do SARS-CoV-2, Portugal encontra-se agora numa fase de estabilização, onde se observa um esforço para retomar a estabilização da economia, sem descorar o controlo da pandemia. Neste sentido, o governo português, em sintonia com a União Europeia, definiu um quadro de intervenções de maneira a garantir uma progressiva estabilização nos planos económico e social.

Denominado PEES - Programa de Estabilização Económica e Social, este programa estende-se até ao final de 2020, assentando em quatro eixos principais:
- cariz social e apoios ao rendimento das pessoas (sobretudo aquelas que foram mais afetadas pelas consequências económicas da pandemia);
- manutenção do emprego e retoma progressiva da atividade económica;
- apoio às empresas; e,
- matriz institucional.

Relativamente aos apoios inseridos na vertente da atividade empresarial, estão previstas as seguintes medidas: reforço das medidas de capitalização das empresas, destacando-se a criação de um fundo de capitalização e implementação de novas medidas para acelerar o crescimento e agilizar a escala, incluindo transmissão empresarial; o reforço da liquidez das empresas, com ênfase para a isenção total ou parcial do pagamento por conta do IRC em função das perdas registadas; e, medidas de apoio a novos negócios e ao comércio, nomeadamente apoio a novos negócios no setor da saúde, programa de facilitação da adesão ao comércio eletrónico, reforço de linhas de crédito, extensão de regimes de moratórias, entre outros. Todas as informações disponíveis até ao momento acerca dp PEES estão disponíveis em www.pees.gov.pt.

08 junho, 2020

SIFIDE: revogada suspensão excecional dos prazos de candidatura


De acordo com o artigo 5.º da Lei n.º16/2020, de 29 de maio, foi levantada a suspensão excecional dos prazos para submissão de candidaturas ao Sistema de Incentivos Fiscais à atividade de Investigação & Desenvolvimento Empresarial (SIFIDE), relativas ao exercício de 2019, imposta como resultado da pandemia Covid-19.

Assim, as empresas que encerraram o exercício fiscal a 31 de dezembro de 2019 devem apresentar candidaturas até 6 de julho de 2020. No caso das empresas cujo período de tributação é diferente do ano civil, a submissão das candidaturas ao SIFIDE deve cumprir com as seguintes orientações: se o prazo de candidatura original devesse terminar entre 3 de junho e 6 de julho, aplica-se a data limite de 6 de julho; se o termo original do prazo ocorrer após 6 de julho de 2020, mantém-se a data de termo originalmente prevista.

O benefício fiscal SIFIDE tem como principal objetivo aumentar a competitividade das empresas apoiando o seu esforço na concretização de atividades de I&D - Investigação e Desenvolvimento através da dedução à coleta do IRC - Imposto sobre Rendimento Coletivo de uma percentagem das respetivas despesas de I&D. Para obter mais informações sobre este sistema de incentivo fiscal, consulte a plataforma sifide.ani.pt.

Abertas as candidaturas para o WSA Portugal


O World Summit Awards Portugal 2020 é uma iniciativa promovida pela APDC - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações que pretende selecionar e promover os melhores conteúdos digitais e aplicações digitais inovadoras. Este programa visa a consciencialização da sociedade para os benefícios de uma informação digital, assim como pretende reconhecer as melhores soluções de Tecnologias de Informação e Comunicação a nível nacional.

O WSA Portugal, através de um painel de peritos, irá selecionar os melhores projetos digitais inseridos em 8 categorias, nomeadamente: Cidadania e Envolvimento Político; Saúde e Bem-estar; Educação, Ambiente e Energia Sustentável; Turismo e Cultura; Urbanização e Ordenação do Território; E-Commerce e Gestão; e, Inclusão e Empoderamento. As soluções apresentadas podem consistir em websites, aplicações digitais, dispositivos e aplicações wearable, soluções baseadas em SMS, entre outros.

Os oito vencedores terão a oportunidade de participar no World Summit Award 2020, uma iniciativa das Nações Unidas para a Inovação Digital, competindo a nível mundial com outros projetos no âmbito das soluções digitais. As candidaturas para o WSA Portugal decorrem até ao dia 15 de junho e todas as informações sobre este concurso encontram-se disponíveis em www.wsaportugal.pt.